:. Camerata Aberta

Em seus anos de atividades, a Camerata Aberta se consolidou como um dos principais ensembles de música contemporânea no país, realizando  47 concertos, entre eles 8 interestaduais e 8 internacionais. As apresentações no exterior aconteceram em salas como Americas Society (em Nova York, EUA), Palais des Beaux Arts (Bruxelas, Bélgica) e Concertgebouw (Amsterdã, Holanda), como parte de eventos como SONiC Festival, Europalia International Arts Festival e Festival de Música Clássica Brasileira no Ano Brasil Portugal (Lisboa, Coimbra e Porto, Portugal).

Desde sua fundação, foram apresentadas 139 obras, sendo 69 estreias nacionais de obras estrangeiras, 51 de obras de compositores brasileiros e 29 peças históricas do século XX, abarcando em seu repertório toda a diversidade a qual um grupo de câmara voltado a esta música deve se comprometer.

Com Direção Artística do compositor Sergio Kafejian e tendo entre seus integrantes alguns dos principais músicos atuantes da cena erudita brasileira, o grupo trabalhou com convidados internacionais como os regentes Guillaume Bourgogne, Joel Sachs, Felix Krieger e Ernesto Izquierdo, a soprano Sylvie Robert, a cellista Diana Ligeti e o saxofonista Claude Delangle, além de convidados nacionais como os regentes Lutero Rodrigues, Ricardo Bologna, Celso Antunes e Alex Klein e o tenor Tiago Pinheiro.

O reconhecimento pelo trabalho da Camerata Aberta mostrou-se já no ano de fundação do grupo: em 2010, o ensemble venceu o prêmio APCA como melhor grupo de câmara. Em 2011, foi convidado a gravar pelo Selo Sesc seu primeiro CD, intitulado Espelho d’Água. No ano seguinte, o disco recebeu o 8º Prêmio Bravo, na categoria Melhor CD de Música Erudita.

Em 2018, o grupo apresentou o espetáculo Sobreluz e gravou seu segundo CD – de mesmo nome –, com obras de Tatiana Catanzaro, Alexandre Lunsqui, Valéria Bonafé, Rodrigo Lima, Edgar Varèse e Kaija Saariaho.

SERGIO KAFEJIAN – diretor artístico

INTEGRANTES

 Cassia Carrascoza
 flauta

 

 

 

Ricardo Barbosa

oboé

 

 Luis Afonso Montanha
 clarinete

 

 

  

 Fábio Cury
  fagote

 

 

 

 Nikolay Genov
 trompa

 

 

 

 Adenilson Telles
 trompete

 

 

 

 Carlos Freitas
 trombone

 

 

 

 Charles Braga
percussão

 

 

 

 Heri Brandino
percussão

 

 

 

 

 Lidia Bazarianpiano

 

 

 

 Martin Tuksa
 violino

 

 

Simona Cavuoto

violino

 

 Peter Pas
 viola

 

 

Dimos Goudaroulis

 Dimos Goudaroulis

violoncelo

 

 

Pedro Gadelha
contrabaixo

Anúncios
Comments
One Response to “:. Camerata Aberta”
  1. Johnc859 diz:

    It’s a mammoth playground built of mountains, hills, lakes, abeegfagcdbd

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: