Camerata Aberta celebra os 100 anos de Pierrot Lunaire em concerto no Sesc Belenzinho

Sob regência de Guillaume Bourgogne e com participação da soprano Sylvie Robert e do tenor Tiago Pinheiro, grupo de música contemporânea da EMESP Tom Jobim interpreta uma das obras que inaugurou a música moderna em concerto dia 14 de setembro, sexta-feira, às 21 horas, no Sesc Belenzinho;

 

Uma das principais obras que estabeleceu a composição atonal, Pierrot Lunaire, de Arnold Schoenberg, completa 100 anos e é o destaque do concerto que a Camerata Aberta, grupo da EMESP Tom Jobim, instituição do Governo do Estado de São Paulo e Secretaria da Cultura, realiza no dia 14 de setembro, sexta-feira, às 21 horas, no Sesc Belenzinho. Sob a batuta do maestro francês Guillaume Bourgogne, a apresentação conta com a participação especial da soprano francesa, Sylvie Robert, e do tenor brasileiro Tiago Pinheiro.

 

O grupo fará também outras duas apresentações: dia 13 de setembro, quinta-feira, às 16 horas, a Camerata realiza concerto didático sobre Pierrot Lunaire no Instituto de Artes da UNESP, com entrada franca; já no dia 16 de setembro, domingo, às 19 horas, o grupo faz o encerramento do Festival Música Nova, no Auditório da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto (USP).

 

O diretor artístico da Camerata Aberta, Sergio Kafejian, explica a importância de Pierrot Lunaire para a música do século 20. “Trata-se de uma obra riquíssima em vários aspectos, em que Schoenberg consegue, pela primeira vez, trabalhar fora do sistema tonal. A peça também inaugura o conceito de Sprechstimme, algo entre a fala e o canto, que é um desafio para qualquer cantora até hoje. Além disso, propõe sonoridades diferentes e uma forma de combinar instrumentos que se tornou referência dentro do vocabulário sonoro da música contemporânea”.

 

Composta em 1912, a obra foi encomendada pela atriz Albertine Zehme, que frequentemente se apresentava nos cabarés de Berlim. Schoenberg compôs 21 canções para voz (Sprechstimme, ou “voz-falada”, em alemão), flauta/piccolo, clarinete/clarone, violino/viola, violoncelo e piano, a partir do ciclo de textos intitulado Pierrot Lunaire, do poeta belga Albert Giraud, em versão alemã de Otto Erich Hartleben.

 

 

O concerto traz ainda duas obras de Anton Webern: Cinco Canções Sagradas, op. 15, e Cinco Cânones Sobre Textos Latinos, op. 16. Discípulo de Schoenberg e conhecido por sua precisão no uso de timbres, alturas e intervalos, Webern explorava a música vocal na época da composição destas peças. Em ambas, ele utilizou textos sacros.

 

As duas outras peças que completam o concerto são de compositores brasileiros. Agrupamento a 10, de Claudio Santoro, que foi aluno de Hans Joachim Koellreutter, responsável pela difusão da técnica composicional dodecafônica no Brasil. Na obra, composta a partir do texto de Vinicius de Moraes A música das Almas, ora a voz canta a melodia escrita na partitura, ora o texto deve ser falado.

 

Toada II: Largo, de Silvio Ferraz, é a única peça instrumental do concerto. Apesar da ausência da voz, a obra foi composta a partir da ideia da entoação. Ferraz traz o conceito de aboio (chamado melódico para atrair o gado) na alusão ao ritmo do andar do boi, na reprodução do rangido da roda do carro de boi.  

 

Programa – Pierrot Lunaire

 

Arnold SchoenbergPierrot Lunaire, op. 21

Anton WebernCinco Canções Sagradas, op. 15

Anton Webern – Cinco Cânones Sobre Textos Latinos, op. 16

Cláudio Santoro – Agrupamento a 10

Sílvio Ferraz – Toada II: Largo

 

 

SERVIÇO:

 

Festival Música Nova – Camerata Aberta – Pierrot Lunaire

Data: 16 de setembro (domingo), às 19h

Local: Auditório da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto (USP)

Endereço: Av. Bandeirantes, 3900 – Monte Alegre – Ribeirão Preto

Entrada franca

 

Camerata Aberta – Pierrot Lunaire

Data: 14 de setembro (sexta-feira), às 21h

Local: Sesc Belenzinho

Endereço: Rua Padre Adelino, 1.000 – Belenzinho – São Paulo

Faixa etária: 12 anos

Ingressos: R$ 24,00 [inteira]
                  R$ 12,00 [usuário inscrito no SESC e dependentes, +60 anos, professores da rede pública de ensino e estudantes com comprovante]
                  R$ 6,00 [trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo matriculado no SESC e dependentes]

 

Concerto Didático – Pierrot Lunaire

Data: 13 de setembro (quinta-feira), às 16h

Local: Instituto de Artes da UNESP

Endereço: Rua Dr. Bento Teobaldo Ferraz, 271 – Barra Funda

Capacidade: 270 lugares

Entrada franca

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: